CONTACTS    

Terraprojectos...
It was in 1999 that we began our project, to believe in the potential of the Portuguese agri-food sector, investing in it. Today, in partnership with our clients ― and because they also believe ―, we are sure to have already contributed to strengthen its competitiveness, value and innovation, that is our constant desire.

24 Apr 2017
Azeite Azeite

MENOS AZEITE PRODUZIDO NA CAMPANHA 2016/2017

O Sistema de Informação sobre o Azeite e Azeitona de Mesa (SIAZ), do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP), inquiriu 158 lagares de azeite (que representam 90% da produção nacional das últimas campanhas) sobre a produção de 2016/2017 e concluiu que houve uma diminuição da produção em 31% face ao ano anterior.

«Extrapolando o volume de azeite extraído pelos 158 lagares da amostra, para a totalidade dos lagares em laboração no País, estimamos que, na campanha 2016/2017, a produção nacional de azeite tenha sido de 75.200 toneladas», lê-se no relatório do SIAZ. Assim, verifica-se uma redução de produção de 31% em relação à campanha de 2015/2016 (109.100 toneladas). Contudo, comparado com a média de produção das últimas seis campanhas (76.700 toneladas), a diminuição é de 2%.

«A diminuição na produção, registada na campanha 2016/2017, resultou, essencialmente, da irregularidade meteorológica ao longo do ciclo olivícola. Além disto,  o ano olivícola foi de contrassafra nos olivais de sequeiro. Estes factores provocaram quebra na quantidade total de azeitona produzida e atraso na respectiva maturação e colheita, com diminuição do rendimento médio da mesma, em relação à campanha anterior: a quantidade de azeitona laborada nos lagares diminuiu cerca de 27% e o seu rendimento médio em azeite diminuiu 6%, passando de 15,2% para 14,4%.»

Ao nível regional, o Alentejo produziu 75% do azeite nacional. No Norte, obteve-se «o mais alto rendimento» da azeitona laborada (16%) e registou-se a «menor diminuição no volume de azeite produzido (-16,5%), em relação à campanha anterior».

No que respeita à azeitona de mesa, na campanha 2016/2017, o SIAZ estima um volume de produção de azeitona para conserva a rondar as 23.700 toneladas, o que representa um aumento de 14% (+ 2.900 toneladas), relativamente à campanha anterior.

(Fonte: Frutas Legumes e Flores)