A Terraprojectos...
Foi em 1999 que iniciámos o nosso projeto, acreditar nas potencialidades do setor agroalimentar português, apostando nele. Hoje, em parceria com os nossos clientes ― e porque também eles acreditam ―, estamos convictos de que já contribuímos para o reforço da sua competitividade, valorização e inovação, é esse o nosso permanente desejo.

22 Out. 2019
Prisma outubro 2019 Prisma outubro 2019

20 ANOS DE TERRAPROJECTOS, NUMA MESA PORTUGUESA COM CERTEZA

Em parceria com a revista Frutas, Legumes e Flores criámos, há já alguns anos, esta rubrica mensal: o Prisma, com o objectivo de que cada membro da equipa da TerraProjectos escrevesse sobre temáticas correlacionadas com o agroalimentar, em estreita articulação com a sua área de trabalho – economia; engenharia agronómica; gestão; engenharia agroindustrial; marketing; comunicação, design e assessoria de imprensa –, partilhando as nossas visões. Este ano comemoramos 20 anos e cabe-me a mim partilhar a minha visão sobre a evolução do agroalimentar nestes anos. Não que os tenha vivido a todos diariamente mas porque, desde Junho de 2006, os vivo. Partilho horas da minha vida, com tantos que nele trabalham. Os caracteres não são muitos e é por isso que, mais uma vez e sempre, recorro à linguagem de marketing como fio condutor de uma reflexão, tão leve quanto possível, de um sector que mudou profundamente, nos seus diferentes contextos.
Ao nível do produto (product) estamos mais conscientes das nossas vantagens competitivas enquanto País produtor: a qualidade, o sabor, a diversidade, entre tantos outros factores que fazem parte do ADN do nosso País, aliados ao forte investimento em investigação, inovação e modernização de técnicas, equipamentos e processos, contribuíram para uma maior competitividade, nacional e internacional. Ao nível da distribuição, estamos, por isso mesmo, mais aptos para concorrer à escala global. Não só pela confiança na nossa produção e pela crescente dinâmica logística, mas também pelo esforço que tem vindo a ser feito na abertura de novos mercados de exportação e na capacidade de resposta aos mesmos. E, se é de mercados que falamos, falamos de consumo e “saltamos”, consequentemente, para o P de preço (price). Hoje, embora continue a ser um factor decisor no momento de compra, já não é um factor decisivo, como há 20 anos. Hoje, a origem, as especificidades de cada produto, a sustentabilidade produtiva e ambiental, são factores tidos em conta. Reflectem o valor acrescentado dos produtos agroalimentares. E nós estamos, cada vez mais, disponíveis para pagar por ele. Pela experiência degustativa que nos proporciona, pelo seu contributo funcional: para a nossa saúde e bem-estar. Passados 20 anos, a valorização da produção nacional é mais real, o espaço de prateleira dos produtos biológicos, mas também de tantas outras especificidades e requisitos, aumentou. O que nos conduz ao P de promotion (comunicação), este quarto poder, cada vez mais constante no dia-a-dia de todos nós. Não a comunicação massiva, mas a comunicação “boca-a boca” em que cada consumidor procura informação clara e fidedigna, sobre os produtos e sobre quem os produz, verdadeiramente. Hoje, transparência e experiência de consumo integradas são palavras que ditam o sucesso ou o insucesso de toda e cada marca que surge, ou que já se encontra implementada. E é assim que introduzo o último P (people) nesta breve reflexão. São as Pessoas que ditam a evolução destes últimos 20 anos. Pela sua visão. Pela sua vontade. Pela sua paixão e persistência, na aposta num sector de todos os dias: a alimentação. As gerações renovaram-se. E se é verdade que hoje os campos são maiores e a mão-de-obra mais reduzida, também o é que cada vez mais jovens se instalam e veem neste sector uma aposta de futuro.
Vinte anos de vida. E a convicção de que queremos continuar a trabalhar o agroalimentar diariamente, especializando-nos e reposicionando-nos, com o orgulho e a certeza de que reunindo todos, clientes e parceiros, nos sentamos já à mesa de uma grande mesa portuguesa, com certeza. Aos vinte anos reinventamo-nos.
 
Gisela Pires
Marketing e Comunicação
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Mais nesta categoria: « PRAÇAS, SABOR A VERÃO